Ecommerce: Como vender mais ne internet? Potencialize a sua gestão de vendas online

Você sabe o que significa Ecommerce? O ecommerce, também é conhecido como comércio eletrônico, podemos pensar o que significa ecommerce, como sendo a forma de venda onde toda transação é feita online. Saiba mais.

Precisa ganhar um dinheiro extra, mudar de ramo ou ainda, está em busca de outros objetivos profissionais? Você sabe o que significa o ecommerce?

O ecommerce é a abreviação para Electronic Commerce, ou seja: comércio eletrônico. Podemos pensar o que significa ecommerce como toda forma de venda onde suas transações ocorrem de modo online, desde a escolha do produto, o pagamento, até a fidelização dos clientes.

E para o Marketing, você sabe o que significa ecommerce?

Primeiro você precisa entender que o ecommerce está diretamente relacionado ao Marketing Digital por conciliar estratégias de publicidade, propaganda e branding.

Dessa maneira a divulgação dos produtos e serviços são distribuídos ao publico alvo de maneira estratégica, e de resultados positivos, quando conciliados à um bom plano operacional, estratégico e tático.

Mas, para que serve o ecommerce? Pelo ponto de vista do consumidor, ele é uma facilidade, já que todo o processo de compra pode ser feito do conforto da sua casa, sem que seja necessário sair em busca de um produto X, o que facilita muito, certo? Sobretudo pensando no momento em que estamos de pandemia causada pelo COVID-19.

Uma pesquisa de 2018 do portal eMarketer, mostra que os estadunidenses preferem fazer compras online, via ecommerce, pela conveniência, preços, entrega em casa, variedade de produtos, facilidade em comparação dos outros e disponibilidade de avaliações dos produtos. 

Mas, será que essa modalidade é para o seu negócio? Entenda o que significa ecommerce e confira nossas dicas para abrir o seu negócio online.

Para você, o que significa ecommerce? Entenda se as vendas online são a sua verdadeira vocação

O que significa ecommerce para você? Será que o ecommerce serve para o seu estilo de vida? Para responder a esse questionamento, primeiro vamos pensar nas etapas de vendas de uma loja física, pensando num cliente que já sabe o que irá comprar, vamos usar o exemplo de um aparelho celular. 

vendas-online-ecommerce

O cliente entra na loja, vai até o setor de eletrônicos, vê quais as opções existem ali disponíveis, conversa com um vendedor (que está sempre de prontidão) e, se decidir adquirir o aparelho, vai até o setor de pagamentos e conclui a compra. 

Sabemos que a compra online funciona num fluxo um pouco diferente, certo? Um ecommerce é um espaço totalmente online, ou seja, sem contato direto com o seu cliente, mas, de qualquer forma, é preciso atendê-lo e resolver todos os seus possíveis problemas. 

Pensar na abertura de um ecommerce implica em pensar também em pontos de importância, como:

  • Plataforma ou canais de vendas;
  • Fornecedores;
  • Estoque de produtos;
  • Disposição de produtos;
  • Formas de pagamento;
  • Formas de envio;
  • Formas de atendimento online.

Como já abordamos, o fluxo de vendas online é um pouco diferente, então, o ambiente de compras para o consumidor também o será. 

O canal de vendas é a sua loja, precisa ser atraente, bem organizado e conter todas as informações de possíveis dúvidas do seu consumidor. É de suma importância pensar em todos esses pontos antes de decidir montar um ecommerce. 

E, falando em pensar, se você está pensando em montar um ecommerce, entenda bem o nicho de mercado em que seu negócio está inserido, se questione sobre a viabilidade de um comércio eletrônico para o seu produto ou serviço, e sobretudo, invista em boas plataformas, desenvolvimento, marketing e maneiras de fazer com que o seu negócio esteja sempre visível e nas opções de busca de clientes.

Veja, o comércio eletrônico tem crescido notavelmente, sobretudo neste momento de pandemia, onde muitos consumidores preferem comprar online

Estude o seu nicho do seu negócio

Se montar um ecommerce faz sentido para o seu negócio, antes de fazê-lo, estude bem o mercado em que irá atuar, seja vestuário, eletrônicos, serviços, alimentos, enfim, há uma infinidade de nichos de atuação.

Seu papel como empresário ou empresa é compreender não apenas o público ou seu produto, mas também as legislações vigentes para o negócio e também quais os tipos de ecommerce, pois sim, há diferentes tipos de ecommerce e você deve estar atento a qual deles fará sentido se alinhar, como citaremos a seguir:

  • B2B: O Business to Business, como o nome indica, é quando uma empresa vende à outra empresa;
  • B2C: O Business to Consumer, é quando uma empresa vende direto para seu consumidor;
  • C2C: O Consumer to Consumer não necessariamente é uma empresa que vende algo, é o que acontece em plataformas como OLX, por exemplo, onde um produto é vendido por uma pessoa, não um negócio;
  • B2G:O Business to Government é quando uma empresa oferece um produto ou serviço para o governo, através de licitações, por exemplo.
  • D2C: O Direct to Consumer é quando uma fábrica, por exemplo, disponibiliza ao consumidor seus produtos pelo que conhecemos pelo nome de “preço de fábrica”.
  • Social Selling: São as vendas feitas via redes sociais, como Facebook ou Instagram! 
  • M-commerce: Ou também chamado de Mobile Commerce, é quando as vendas são feitas unicamente via aparelhos mobile, como smartphones ou tablets. 

Em nosso blog, temos um guia explicativo sobre o Social Selling, acesse, amplie seus conhecimentos e entenda como funciona.

Portanto, além de conhecer bem o nicho que você irá se alocar, pense também nas questões que já listamos, como fornecedores, já que se sua intenção ao montar um ecommerce é vender um produto, ele precisa estar sempre disponível aos seus consumidores. Correto?

Pensando nisso, nós montamos uma plataforma onde é possível pesquisar empresas na sua região, por exemplo, que podem vir a ser seus clientes ou ainda fornecedores, processo que facilita muito a busca do seu negócio! 

Tenha sempre em mente que uma empresa duradoura precisa ter alguém à sua frente que a entenda bem, que compreenda o produto, entenda o mercado, o consumidor e esteja preparado para possíveis adversidades! Então: estude o mercado, estude o cliente, entenda-os antes de montar seu ecommerce.

Tecnologias e ferramentas para o seu ecommerce

Já que o ecommerce acontece online, é preciso ter em mente que seu negócio irá se utilizar de tecnologias, não somente para captar clientes e vender, mas para ter controle também. Ou seja, você deverá pensar nas tecnologias que irá utilizar. 

Algumas tecnologias utilizadas e que demonstram sucesso, são:

Plataformas omnichannel:

Essa tecnologia considera que todos os canais de atendimento e acesso do cliente devem estar conectados/ligados. Mesmo que o canal não seja necessariamente na mesma plataforma, é necessário ter links que levem o consumidor de uma a outra. 

Blockchain:

O Blockchain é um aliado ao serviço de segurança digital dos dados dos clientes, reiteramos a importância da segurança de dados! 

Big Data:

O Big Data é a via pela qual a empresa irá captar os dados de clientes e leads, ou seja, é de grande auxílio para compreender os anseios, desejos e necessidades do seu público.

Chatbots e IA:

É muito comum entrar em plataformas de ecommerce e se deparar com a opção de conversar com uma Inteligência Artificial que pode sanar dúvidas corriqueiras antes do atendimento com um suporte ao cliente, por exemplo. 

CNPJ.BIZ:

Para auxiliar em sua prospecção B2B, gerar leads eficientes para o seu time de vendas e garantir qualidade na hora de fechar parcerias. Conte com a Plataforma CNPJ.BIZ, onde você consegue criar lista de empresas segmentada para o seu nicho de negócio.

Trouxemos alguns exemplos de tecnologias e ferramentas, que podem ser utilizadas para melhorar sua experiência ao montar um ecommerce, é claro que não é uma obrigação utilizar todas elas, mas é necessário entender que todas podem agregar muito ao negócio, sobretudo para a facilidade do vendedor e a experiência do cliente!

Fora essas, há outras formas e opções disponíveis, é importante fazer uma pesquisa para inserir aquelas que irão agregar ao seu negócio.

Invista em um programador profissional

Agora que você já compreendeu o que significa ecommerce, vamos falar sobre o que o comércio eletrônico possui como ferramenta: Suas plataformas de vendas, experiência de vendedor, experiência de clientes, gestão de vendas e logística.

E não há como citar tudo isso, sem mencionar um bom programador. Esse profissional é indispensável para o seu negócio!

O trabalho do programador será o de montar uma plataforma viável para o seu negócio. Mas como assim? Ele irá pensar, desenvolver e manter sua plataforma digital sempre atualizada, de forma que seja fácil navegação, tanto no sentido administrativo quanto de compras.

Mesmo que você opte por utilizar plataformas já existentes, haverá um programador profissional por trás dela, então busque um de confiança, entenda se ele poderá te ajudar e não existe em desenvolver uma boa plataforma! Ela é a sua vitrine, seu comércio dependerá do quanto a plataforma está preparada e organizada para o cliente. 

O atendimento é a alma do negócio

Bom, que o atendimento é a alma do negócio todos sabemos, mas e o atendimento online? Como atender um fluxo grande de clientes? Será que é possível manter um bom relacionamento, mesmo que ele não seja presencial?

A resposta para todos os questionamentos é SIM! É possível manter um bom atendimento ao cliente de forma eficaz, tudo isso dependerá da sua equipe de atendimento ao cliente.

Inclusive, ter um canal de atendimento disponível para seus clientes é parte da legislação do ecommerce, ou seja, seu cliente precisa ter um meio de entrar em contato para sanar dúvidas, expor seus anseios e demais apontamentos. 

Então, pense nesta questão também, pense que tipo de canal será utilizado, telefone, whatsapp, facebook, chats na plataforma, email, pense qual se aplica ou é mais viável para o negócio.

Agora que compreendeu o que significa ecommerce: Esteja 100% no seu negócio, tenha foco!

A maior dica que damos é, esteja no seu negócio, esteja inteiro no negócio. Entenda, seja, vista, use, fale. O seu negócio só irá sobreviver se você estiver trabalhando duro nele, então adapte, repense, e esteja 100% com e para o seu negócio!

Estar 100% não significa que todas as ações e atividades deverão ser feitas por você, mas que você deve ter consciência de como funcionam, quem está por trás delas, como estão os números, os dados e valores da sua empresa. 

Então, esteja totalmente dentro do seu negócio! 

Preparamos um guia explicativo, passo a passo, para que você possa entender melhor os próximos passos para abrir o seu ecommerce:

  1. Planeje e entenda seu negócio;
  2. Entenda as legislações vigentes;
  3. Estude os nichos e tipos de ecommerce;
  4. Selecione o tipo de ecommerce que fará parte;
  5. Defina seus fornecedores;
  6. Entenda as tecnologias possíveis e viáveis para o ecommerce e selecione aquelas que fazem sentido para seu negócio;
  7. Tenha um programador profissional;
  8. Tenha um canal de atendimento ao cliente eficiente;
  9. Adote práticas e softwares de proteção aos dados dentro da sua plataforma;
  10.  Selecione formas de pagamento e também de envio/entregas;
  11. Pense na estética da sua plataforma.

CONCLUSÃO

Chegamos a conclusão que podemos atribuir o que significa ecommerce como, toda forma de vendas online, independente do seu tipo de empresa ou sociedade. 

Todo negócio online precisa de uma bom planejamento, conciliado à uma excelente estratégia operacional e tática.

Confira todos os nossos insights em nosso blog e amplie seus conhecimentos, clicando aqui.

Quaisquer eventuais dúvidas ou ainda, se você necessita de ajuda para melhorar as vendas do seu negócio, entre em contato conosco. 

Um abraço e até o próximo artigo!

Compartilhe:

Deixe um comentário

Lista de Empresas por segmento Pesquisa de Empresas por CNAE Como fazer email marketing HTML? O que significa Ecommerce?
Lista de Empresas por segmento Pesquisa de Empresas por CNAE Como fazer email marketing HTML? O que significa Ecommerce?
Lista de Empresas por segmento Pesquisa de Empresas por CNAE Como fazer email marketing HTML? O que significa Ecommerce?