O que é Social Selling? Entenda como utilizar o poder das mídias sociais à favor da sua empresa

Com o avanço da Era Digital, estar presente nas mídias digitais tornou-se uma obrigação para alcançar excelentes patamares sociais!

É através do Social Selling, também caracterizado como venda social, que “acontece” o relacionamento entre empresa x vendas.

As redes sociais existem para marcas interagirem, em seu resumo podemos atribuir o Social Selling como uma estratégia de vendas através de redes sociais.

E é exatamente com este intuito que o Social Selling trouxe todo o seu poder estratégico para engajar excelentes conversões de venda para sua empresa!

Vamos juntos?!

1 O que é Social Selling?

O Social Selling é conhecido como uma estratégia de vendas, através das mídias digitais como o Marketplace do Facebook, para realizar a venda de um produto/serviço.

Com o intuito de gerar vendas na internet, o Social Selling veio com a intenção de proporcionar maior engajamento. Além de otimizar o relacionamento com os Leads!

💡 Mas afinal, você sabe o que são Leads Qualificados?!

Em seu resumo, podemos atribuir os Leads qualificados como clientes em potencial para concretizarem uma venda!

Ou seja, são aqueles clientes que estão prestes realizar a compra de um produto/serviço.

Mas é importante ressaltarmos! O Social Selling não utiliza o hard selling!

Os vendedores preferem buscar um cliente de acordo com o perfil da empresa e com a aproximação, ganham a confiança – também conhecido como, “Persona”.

E, não se preocupem com os termos, abordaremos com ênfase, mais à frente!

O Social Selling deseja que o Lead evolua no funil e que você lebre a todo momento que as redes sociais te permitem ficar de olho nos concorrentes.

Por fim, as redes sociais podem sim, ser um canal de vendas e são um ótimo canal de relacionamento de marketing digital.

2 Os benefícios do Social Selling

As vendas pela internet já acontecem há muito tempo, o porém é que a grande maioria nem percebe.

A única diferença atualmente no Social Selling é a velocidade, eficiência e escala.

Além da mudança nas ferramentas, também ocorreu outra mudança que foi as relações, o consumidor quer ter um relacionamento de confiança com a marca antes de realizar a compra.

Por isso, atualmente as vendas são o resultado de uma relação de confiança que foi construída com o tempo.

Nas redes sociais existem pessoas com problemas que estão procurando as soluções para resolver e nesse momento, entra o Social Selling que faz com que o vendedor entre em contato com o possível cliente.

Quando o vendedor entra em contato e oferece as soluções, fica mais fácil fechar a venda.

2.2.1 Relacionamento com o consumidor:

O primeiro benefício é o vendedor ter um bom relacionamento com o consumidor, afinal é uma confiança que é gerada pelo tempo de contato entre ambos.

De acordo com uma pesquisa, 85% dos consumidores compram com pessoas que já seguem e tem confiança.

2.2.2 Novas oportunidades:

Mesmo você conseguindo uma boa prospecção de clientes, certas oportunidades vão ser em vão.

A prospecção passiva é uma boa aposta, pode ser utilizada pelos vendedores quando estão tirando dúvidas e podem resolver com seus conteúdos ou produtos.

2.2.3 Diminuir o ciclo de vendas:

Quando se tem um bom relacionamento com o consumidor, aquele processo de ficar provando que o seu produto é eficiente não precisará ser feito.

Quando o vendedor conhece o consumidor e já tem um relacionamento, já tem certeza que a venda será certa.

Para empresas B2B o Social Selling diminui a pesquisa de contatos em 39% e diminui o ciclo de vendas em 14%, tornando perfeito para a empresa.

2.2.4 Custo de aquisição:

Por reduzir o ciclo de vendas, o valor para fechar um negócio diminui também, com isso, a empresa não é obrigada a investir tanto em abordagens diferentes e foca o tempo em outras tarefas mais importantes.

Fora que o Social Selling utiliza ferramentas orgânicas, como a produção de conteúdo e o contato direto por mensagem. 

Por fim, o custo de aquisição de cliente (CAC) é bem reduzido e essa métrica é importante para verificar a eficiência dessa estratégia.

Entenda melhor sobre as etapas de negociação de uma empresa.

2.2.5 Retenção:

Consumidores com mais confiança na marca, tendem a ter uma retenção mais longa por gostar e confiar.

Sabem o valor da empresa e a eficiência, por isso é bom para fidelizar mais clientes.

3 Como construir uma Estratégia de Social Selling?

Conciliar uma Estratégia de Social Selling pode ser uma excelente estratégia para maximizar sua branding awareness.

Mas antes de mais nada é preciso que sigamos passos assertivos, a fim de que, o Lead, seja captado e fidelizado.

Vamos juntos?!

3.1 Quem é a Persona da sua empresa?!

Entender quem é a persona da sua empresa, é o primeiro passo!

Diferente do termo “Lead”, a Persona está diretamente ligada à um público ideal, criado especialmente para aquela empresa/negócio.

Este é o primeiro passo!

3.2 Conheça seu produto/serviço

É de extrema importância que conheça BEM o seu produto ou serviço.

Dessa forma, você conseguirá visualizar com mais facilidade os caminhos que seu cliente ideal irá percorrer, quais Plataformas Digitais irá utilizar, entre outros aspectos!

Por isso, realize anotações! Quanto mais, melhor!

Anote tudo o que puder para conhecer seu Lead, seu produto/serviço e as Plataformas Digitais com o qual irá trabalhar!

3.3 Conheça as mídias sociais

Este é o pilar de entendimento para começar a aplicar uma Estratégia de Social Selling em sua empresa!

Conhecer as mídias digitais e entender como elas funcionam é de extrema importância para compilar estratégias assertivas e direcionadas para o seu Lead.

“Estar por dentro” de “tudo o que rola nas mídias”, se tornou uma “obrigação” para a “sobrevivência das empresas”.

Por isso, conheça o meio em que está inserido e, nunca pare de estudar e aprimorar suas técnicas e conhecimentos!

3.4 Construa apenas Marketing de Conteúdo

Criar estratégias de Marketing de Conteúdo é uma excelente estratégia para maximizar a autoridade da sua marca, além de firmar o reconhecimento perante o seu nicho!

O Marketing de Conteúdo é uma das melhores estratégias para geração de Leads Qualificados, devido ao fato dos conteúdos serem “ricos” e, apresentarem direcionamento para um público ideal.

4 Mídias sociais para utilizadas para o Social Selling

4.1 LinkedIn

linkedin

Uma das Plataformas Sociais mais utilizadas no mercado B2B, o LinkedIn, hoje, aparece como principal canal social vinculado às vendas por Social Selling.

O LinkedIn otimizou sua Plataforma, no qual, agora, além de ser uma Plataforma de relacionamento e procura de empregos, passou a disponibilizar uma ferramenta para geração de leads.

Hoje, o LinkedIn é considerada uma comunidade social, no qual possibilita a integração de carreira, otimizando patamares e escalas sociais, profissionais, além de habilidades pessoais.

Podemos atribuir o LinkedIn como o rei das redes sociais, tendo em vista que, “quase todas as empresas” estão presentes na Plataforma.

4.2 Facebook

social-selling-no-facebook

Não muito distante do intuito do LinkedIn, o Facebook conta com uma Plataforma totalmente integrada à sua base: o Marketplace.

O Facebook é uma excelente Plataforma, no qual possui como característica o relacionamento entre pessoas.

Não tão longe da intenção do LinkedIn, o Facebook, hoje, proporciona que encontremos e divulguemos ofertas de trabalho.

Além de contar com uma excelente Plataforma de Social Selling, o Facebook hoje vem dominando os anúncios pagos, junto com o famoso Adsense, do Google.

4.3 Instagram

social-selling-no-instagram

O Social Selling não existe se não comentarmos sobre o famoso Instagram, não é mesmo?!

Além de utilizar o Instagram para concretizar vendas, muitas estratégias ricas em campanhas de conteúdo, começam por aqui!

Afinal, estar presente no Instagram, além de representar confiabilidade perante sua marca, é possível obter inúmeros insights criativos e inovadores para sua empresa.

Além, é claro, de otimizar estratégias de marketing, “dando aquela olhadinha na concorrência”!

4.4 WhatsApp

social-selling-com-whatsapp

Um dos canais de Social Selling mais utilizados hoje em dia, utilizar o WhatsApp, além de prático, passou a facilitar a vida de muitos colaboradores!

Afinal, através do WhatsApp podemos: nutrir Leads com informações importantes, realizar ofertas, agendar reuniões, realizar pagamentos, enviar documentos, fotos, vídeos e, muito mais.

4.5 PInterest

social-selling-com-pinterest

Para quem atua com edição de fotos, imagens, vídeos, ou até mesmo animações, moda, turismo, dicas de blog…

Utilizar o PInterest pode ser uma excelente estratégia de Social Selling para otimizar suas conversões de venda!

Conclusão

Estudar sua persona, seu produto/serviço é o primeiro passo para definir quais Plataformas de Social Selling sua empresa irá construir um plano estratégico.

Somente depois do estudo – bem realizado e, estruturado – será possível alinhar quais serão os canais de venda que sua empresa irá utiliar!

Por isso, é de extrema importância que realize o estudo e análise da sua empresa, com atenção!

Caso seja necessário é só voltar aqui neste artigo e seguir o passo-a-passo, ok?!

Um abraço e até a próxima!

Compartilhe:
cnpj-biz-news

cnpj-biz-newsletter

Insights relevantes para auxiliar o crescimento da sua empresa:

    Deixe um comentário

    cnpj-biz-blog

    © 2022 CNPJ BIZ, Todos Direitos Reservados.

    Você já conhece nossas redes sociais?!